203404293487296 HIDRATAÇÃO NA MEDIDA

© 2019 por Mônica Martins Nobrega - proibida a reprodução total ou parcial de todo o conteúdo deste site.

  • whatsapp_icon
  • gmail
  • facebook_icon
  • instagram-icone-novo_1057-2227
  • YouTube Social  Icon

Condomínio Infinity Prime Offices - Av. Anita Garibaldi, 850 / Sala 608, Torre C- Cabral, Curitiba / PR - 80540-400 - Whatsapp: 41 98531-7009

September 18, 2019

October 30, 2018

Please reload

Posts Recentes

Por que praticar Pilates?

May 17, 2019

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

HIDRATAÇÃO NA MEDIDA

July 29, 2017

Olá, pessoal! Como parte da nossa busca pela saúde e bem-estar, além da prática de Pilates ou outras atividades físicas, precisamos fazer escolhas alimentares saudáveis e uma hidratação adequada.

 

A hidratação é extremamente importante no Pilates. Por exigir bastante das articulações, como os tornozelos, é muito comum o surgimento de cãibras em movimentos específicos. O motivo pode ser a desidratação e a baixa de minerais. Elas também podem surgir por excesso de álcool,  insuficiência renal, hipertireoidismo e problemas metabólicos, entre outros.

 

Todos sabemos a importância da água como elemento fundamental para a existência da vida e para a manutenção da homeostase, ou seja, do equilíbrio fisiológico dos seres vivos. O peso do corpo de um adulto pode ser constituído de 50% a 70% de água, dependendo de fatores como a idade, o sexo e a quantidade de gordura corporal. Diversos problemas de saúde podem surgir quando não ingerimos a quantidade suficiente de líquidos.

 

A ideia de que basta "beber dois litros de água diariamente" não passa de um mito. O consumo de líquidos é uma questão individual, que leva em conta a idade e peso do indivíduo, o clima, a temperatura corporal, o estilo de vida, as perdas funcionais, as condições de saúde e as atividades diárias de uma pessoa.

 

Para saber qual é a sua hidratação ideal, faça um cálculo simples: 35ml de água multiplicado pelo seu peso corporal.

 

Vou pegar meu exemplo: 35ml x 60kg = 2,1 litros. Mas, se eu levar em conta que suo bastante e pratico corrida de 3 a 4 vezes na semana, nesses dias precisarei de mais hidratação. O ideal ao se praticar exercícios intensos é ingerir aos poucos 300ml de água por hora realizada.

 

Como os dias andam secos, acrescento 200ml a 300ml de líquidos, totalizando 2,6 a 2,7 litros.

 

Para os atletas de alta performance,  recomenda-se a ingestão de bebidas isotônicas, acima de duas horas de treinos intensos ou competições.

 

Uma dica simples: quanto mais clara sua urina, mas hidratado você está.

 

Mecanismo da sede:

 

Existem diversos mecanismos fisiológicos de controle da ingestão de líquidos que interferem na sensação de sede. Já existe um déficit de hidratação quando você resolve beber líquidos.

 

"A sede fisiológica resulta da desidratação, sendo estimulada por mecanismos de regulação homeostática, com o objectivo de manter, dentro de intervalos relativamente estreitos, a concentração de solutos no plasma sanguíneo, assim como o volume total de plasma. Para além dos mecanismos de regulação homeostática, existem mecanismos de controlo não homeostático que incluem influências psicológicas e ambientais tais como disponibilidade, sabor, temperatura e palatabilidade da bebida; conhecimentos acerca da hidratação; e hábitos e regras sociais como por exemplo a partilha da ingestão de bebidas em determinadas ocasiões." (Instituto Hidratação e Saúde, IHS/Probeb, Portugal)

 


Conhecendo as principais funções da água no organismo podemos dimensionar o "estrago" que a falta de hidratação provoca:

  • A água presente em nosso organismo é responsável pelo  transporte de nutrientes para as células;

  • É matéria-prima na lubrificação articular e componente das cartilagens hialinas;

  • Excreção de produtos resultantes do metabolismo. Através dos rins, são liberadas as substâncias de que o corpo não necessita;

  • Solvente, como meio onde se dão todas as reações enzimáticas e bioquímicas celulares;

  • Regulação da temperatura corporal. Ao suarmos, a água que existe no suor evapora-se à superfície da pele, produzindo diminuição da temperatura corporal;

  • Facilita a digestão, devido a sua participação nas reações enzimáticas;

  • Participa da estruturação dos diversos tecidos corporais, como o muscular;

  • condução dos impulsos elétricos entre nervos e demais células depende da concentração de eletrólitos que varia de acordo com a ingesta de líquidos.

Todas as funções da água em nosso organismo são importantes, mas ao olhar a lista acima, preste atenção à terceira: excreção de metabólitos. A faxina que promovemos ao ingerirmos água suficiente pode ser determinante no surgimento de diversas situações adversas à saúde, desde mal-hálito até infecções e tumores! Pensem nisso!

 

Embora possamos melhorar nossa hidratação com o consumo de frutas, verduras, chás, sucos, sopas, etc, nada substitui a água.

 

Uma desidratação continuada, ainda que ligeira, pode ter efeitos a longo prazo na saúde, a nível cardíaco, renal, respiratório e digestivo. Ela pode levar à fadiga e diminuição do desempenho esportivo, queda da pressão arterial, elevação da frequência cardíaca, falta de fôlego, dores musculares e/ou falta de coordenação motora.

 

Invista em sua saúde com esta medida simples: beba água!

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga